Eu pensava que amava uma pessoa quando não conseguia me imaginar sem ela, todavia descobri que o verdadeiro amor é quando a vejo feliz mesmo sem a minha companhia e sinto alegria com isso, pois é nisso que o amor consiste no desprendimento do nosso eu. Deus nos deu esse exemplo de um AMOR Perfeito quando entregou seu único filho Jesus Cristo por nós.
Isso sim é que é AMOR de verdade: o abnegado.
“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”
(1 Coríntios 13:4-7)