Decidi começar essa série de testemunhos pelo meu avô, pois foi ele quem me inspirou a fazê-la, sei que seria mais correto começar por mim, mas como eu nasci no evangelho não lembro de um momento exato da minha conversão, até porque acredito que nossa conversão é diária, todavia é sempre bom lembrar de momentos tão especiais como esse.
Sempre quando vou passar as férias na casa do meu avô já sei que irei ouvir sobre sua conversão, em parte porque ele esquece que me contou e em parte porque tem alegria em me contar.
Segundo ele me conta um amigo seu foi usado por Deus para fazê-lo aceitar a Jesus, o qual passou metade de um ano tentando mostrá-lo o quão bom é estar com Deus, mas foi só um dia que como de costume meu avô foi visitar esse amigo que o Espírito Santo tocou em seu entendimento e lhe abriu os olhos para a verdade (1 Coríntios 2:10 ), esse seu amigo leu o Salmo 91 insistentemente repetindo umas três vezes segundo conta meu velhinho.
Quando lhe disse que pretendia escrever essa história no blog ele me falou mais ou menos assim: “escreva o Salmo 91 lá minha filha que é muito bom”, então como não é tão grande quanto o Salmo119 dá para fazer sua vontade:
Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.
Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,
Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.
Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.
Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.
Porque tu, ó SENHOR, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.
Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.
Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.
Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.
Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.
Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.
Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.
Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação.
(Salmo 91:1-16)